terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Trabalhador Estressado x Trabalhador Tranquilo!


Seu funcionário é ágil? Ou melhor, você é ágil?  A agilidade aqui em questão é saber se você na sua profissão ou se o seu funcionário, são rápidos não só para executarem serviços, mas também saber se ambos têm agilidade para tomar decisões, resolver problemas e até se as ideias surgem com facilidade.
Vou explicar o porquê da minha curiosidade. Várias empresas nos dias de hoje valorizam muito a ginastica laboral. O resultado é sentido na hora de fechar o mês na empresa, os atestados médicos na especialidade ortopedia principalmente têm diminuído e muito.

Não substitua seu funcionário,
lhe dê qualidade de vida!

Agora o que muitos não sabem pelo menos aqueles que não são corredores, é que as empresas estão investindo na corrida para os seus funcionários. O número de empresas que suportam o valor total ou uma grande porcentagem dos valores, pagos às assessorias esportivas, tem crescido bastante.


A Assessoria Esportiva Exercitt, é uma empresa que tem a empresa Patrimônio Construtora e Incorporadora, como sua cliente, entre outras. A empresa contratou a Exercitt que assessora uma média de 20 funcionários da empresa, e presta além dos serviços de treinos duas vezes por semana, também o apoio nas corridas que os funcionários participam.

Essa é a turma da Patrimonio,
assessorada pela Exercitt,
aliás uma familia que adotei

As empresas contratam a assessoria, e a partir dai aos funcionários que aderem o plano, obtém benefícios como: descontos ou até mesmo inscrições gratuitas nas provas de corridas de rua, percentuais diferenciados nos aumentos de salários. E sem contar no benefício “saúde”. Já provado que o funcionário que se exercita rende muito mais, no seu dia a dia funcional, e as doenças comuns como viroses, gripes e até a pré-diabetes desaparecem. E afirmo com conhecimento de causa, pois agora em Fevereiro completo um ano correndo e exatamente um ano que não sei o que é gripe, e já treinei com muita chuva e sem contar aquela chuva da São Silvestre.


A novidade deste mês foi a CAASP (Caixa de Assistência dos Advogadosde São Paulo), firmar um convênio com a Yescom. Com este convênio, todos os advogados e estagiários tem 20% de descontos nas inscrições de corridas promovidas pela Yescom.
A corrida do Centro Histórico de São Paulo,
que é promovida pela CAASP/OAB

Outra novidade são as empresas de grande porte, que estão se associando a grandes academias, e acabam por instalar em suas dependências unidades das academias em questão.  Exemplo é o da Editora Abril, que tem em suas dependências uma unidade da Bio Ritmo, exclusiva aos funcionários da editora.


Parece que a consciência de que praticar esporte equivale a 100% de uma receita médica, esta deixando de ser apenas um discurso bonito, para virar realidade. 

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Alala! ooooo!

Você que é corredor, gosta de carnaval? -Eu adoooro, para se ter idéia, não perco os desfiles das Escolas de Samba. Me coloco em frente a TV e assim vai a madrugada inteira, a coitada da TV com aquela batida e eu no sofá, no maior sono.

Mas falando sério, gosto sim do carnaval, acho uma festa alegre, e o clima fica alegre, tem os que exageram, e acabam com a sua festa e a de quem esta apenas querendo divertir-se. 

Mas o Carnaval deste ano, esta trazendo a alegria da festa junto com a paixão do esporte: Carnaval/Corrida.
Só no sábado  de carnaval temos 3 corridas temáticas, se gosta, capricha na fantasia e se joga:

Minas Gerais - No dia 18/02/2012 - 25° Corrida do Carnaval de Lambari - Cocalá 10km

São Paulo - No dia  18/02/2012 - 2ª Corrida da Folia - 10Km Taboão da Serra

São Paulo - No dia 18/02/20124º Carnaventura 

Aliás a tendencia de   aliar festa ou eventos a corrida  de  rua, parece que é uma moda que vai pegar. Em  2011  em São Paulo, pela primeira vez houve a Indy Run, e este ano a dose repete-se, confira lá no site:http://blogs.band.com.br/indyrun/


Se você vai apenas brincar o carnaval, lembre-se sempre de todas aquelas recomendações que fará de você um folião alegre e o que é mais importante: vivo ao final da festa.

E para você que não é muito chegado na festa de Momo, nos encontramos nas corridas pós carnaval. De qualquer forma, boa folia e bom descanso a todos.



A ilustração é do blog: brejeirodasaguas.blogspot.com



sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Corrida no Coração do Brasil. Parte II


Chegou a sexta-feira, dia prometido para contar aqui como foi a "Corrida do Sol" em Brasília. Primeiro cabe aqui dizer que eu corri os 10K e o Jesus correu os 5K. Como não tenho costume de ver o percurso quando faço a inscrição, estava certa que a corrida seria na Esplanada dos Ministérios. Errei, e errei feio, qual não foi minha surpresa quando dias antes fui ver o percurso, e descobri que a corrida seria dentro do Parque Cidade Sara Kubtischek. Pensei: "Ai que droga, ficar dando 10 mil voltas no mesmo lugar até completar 10 k, não será fácil. Outra surpresa, e desta vez muito grata. A pista de corrida do parque tem 10 quilometros de distância, sim isso mesmo, uma pista com 10K. Parque lindo, maravilhoso, com 4 subidas suaves, arborizado, perfeito.

Mas vamos contar desde o começo:
Como todo corredor sabe, o aquecimento antes da corrida é muito importante. Sabendo que do nosso hotel até o Parque Cidade, local da corrida, tinhamos uma distância de 2 km, lá vamos nós, a pé, é lógico.


E o nosso aquecimento foi brindado
com um lindo nascer do Sol.  
Qual não foi nossa surpresa ao chegarmos no primeiro portão do parque e nos depararmos com uma placa que indicava "7 km". Pergunta daqui, pergunta dali e uma alma caridosa nos informou a direção correta até a largada. A placa era para indicar aos corredores, que eles estavam no quilometro 7. Portanto se seguissemos por um lado andariamos 7km, e pelo outro lado caminharíamos 3 km. 

E lá vamos nós, e eu pensando: até aqui andei 2km, vou caminhar rápido mais 3km, e vou correr 10k. Tudo bem, somando-se tudo nada além de uma São Silvestre que tem 15km. Chegamos ao local, faltando 10 minutos para a largada, e ainda tinha que retirar o chip. 

Mas chegamos.
Agora vou dizer, sair de São Paulo para participar
 de uma corrida em Brasília
e ainda perder o horário,
seria um King Kong tremendo.



















A corrida começou pontualmente as 8 horas, com sol forte e um céu lindo, de um azul limpíssimo. Aliás, prova organizada pela O², de uma organização impecável. Hidratação perfeita, 5 postos para os corredores de 10Km, precisa falar mais.

O visual era maravilhoso,
embora muito quente

E esse céu, precisa falar algo?



O parque realmente é grande e do que vimos muito bem cuidado. Porém é neste parque que foi implantada nos anos 80 uma das primeiras piscinas de onda do Brasil. O intuito era dar um pouco do mar, aos moradores de Brasília, que na sua maioria são procedentes do nordeste e Rio de Janeiro, ou seja, locais conhecidos no mundo inteiro por suas belas praias. Mas é desolador ver esta que foi um grande atrativo de Brasília desativada. Lá se vão 15 longos anos sem funcionamento. Na internet surgem notícias de que esta piscina passará por reformas e voltará a funcionar em breve, tomara. 

Quando vi a placa,
tirei foto e pensei: Oba vou é pra piscina.
Ainda bem que não fui,
ao escrever este post,
é que fiquei sabendo da desativação.


Foto tirada de um blog muito legal,
vale a pena ver:
 www.lugaresesquecidos.com.br

E a corrida continuava. Estavamos eu e Jesus correndo e tentando um fotografar  o outro, quando 2 "gracinhas" ofereceram-se para nos fotografar. A Cristina e a Déia, que fizeram o percurso de 10k. Esta é uma das coisas bacanas da corrida, as pessoas que vamos conhecendo, fazendo amizades, que espero perdurem. Então meninas, quero ver vocês correndo aqui em Sampa, eu e o Jesus teremos um enorme prazer em recebe-las. 

Eu e Jesus ao centro.

E aí nossas amigas:
Déia(branco), Cristina (amarelo) e Jesus

E assim foi nossa corrida, terminei meus 10k, depois de ter andado 5k, portanto na soma 15k. E tiramos todas as fotos de praxe.
A chegada.

E aí o Elizeu Pereira, último colocado.
O bacana foi a festa feita para ele,
era sirene de CET,
sirene dos batedores da prova,
o pessoal do som com buzinas,
e diante de todo o alvoroço o público aplaudiu,
e o Elizeu sorriu e curtiu!



E olha aí, se deixar Eliete e Jesus
toma conta!
A festa acabou e lá vamos nós voltar para o hotel. E é lógico que eu esperava voltar de onibus, taxi, charrete, jegue, de qualquer forma, menos andando, seria mais 5km. Então fiz a pergunta que não queria calar, e seguiu-se o seguinte diálogo:
 - Jesus, vamos voltar como? pergunto eu
 - Como assim? responde Jesus
 - Oras, se de ônibus ou taxi, simples.  diz Eliete
 - Ué vamos voltar a pé, pois não trouxe um tostão furado. responde Jesus com a cara mais lavada.
E eu querendo matar um corredor, que encontrava-se a minha frente, faço uma conta rápida: 5 para chegar; corri 10 e agora 5 para voltar: Começou meu treino para a meia maratona. 
Literalmente, agradeci à Jesus.


terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Corrida no Coração do Brasil.


A corrida deste final de semana me permitiu uma volta ao passado, ou melhor, uma volta às aulas de história e de direito. Eu e meu fiel escudeiro e inseparável Jesus, participamos do Circuito Sol-Brasília-DF. Vou repassar um pouco do que relembrei neste final de semana.

Brasília, a capital do Brasil, localizada no Distrito Federal, bem ali, no coração do país, foi sugerida pela primeira vez no século XVIII, não vingou. Depois pelos Inconfidentes, que também não prosperaram com a ideia. A ideia só foi materializada pela primeira vez quando na Constituição da República de 1891, fixou legalmente a região onde seria instalada a futura capital. Porém somente em 1956, com a eleição de Juscelino Kubitschek, e que se deu inicio a construção da cidade. Brasília foi inaugurada em 21 de abril de 1960. 

O plano urbanístico da cidade é de Lúcio Costa, e a orientação arquitetônica de Oscar Niemeyer. Sempre houve a confusão, e atribui-se toda estrutura de Brasília a Oscar Niemeyer. Ledo engano, Lúcio Costa é o responsável pela cidade ter o formato de um avião, que na realidade para ele era o formato de uma cruz e que depois ele definiu como o formato de uma borboleta.


















Os Brasilienses tem um grande orgulho de Brasilia.
E o seu idealizador e fundador tem papel de destaque na cidade.
 Este é o Memorial JK, fundado por Sara Kubitschek
 e mantido particularmente, sem ajuda do governo.
Este é o mausoléu onde estão os restos mortais de JK.
Acima do túmulo fica este vitral francês,
responsável pela única iluminação do local.
Vale dizer que a iluminação é natural,
fazendo com que as 12 horas o túmulo fique
totalmente iluminado. 
Brasília cumpriu sua função, agregar em um só lugar os principais órgãos da administração federal. em Brasília temos as sedes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário federais.


Aqui o Congresso Nacional
formado pelo Senado (concha para baixo) e a
Camara  dos Deputados (concha para cima)

Aqui a nossa "ilustre" mesa do Senado Federal.
E aí uma curiosidade já que estou mostrando os nossos ilustres políticos,
na foto acima o prédio ao centro abriga escritórios dos Senadores.
E para que ninguém se iluda, a forma do prédio na letra "H"
não quer dizer honestidade e sim harmonia.
Aqui acabamos lembrando de fatos
 que fazem parte da história.
E falando em história, esses móveis compunham o
plenário do antigo Senado.



Este painel é do grande pintor Candido Portinari,
intitulado "Os candangos". Comparando essa maravilha com o "Guernica" , nem precisamos ficar com inveja de Picasso.
E é daqui, que a Comadre Didi tem mandado muito bem, ao meu ver,
o problema são os meninos,
uns tal de ministros que ouvimos  falar 
todo dia.





Aqui nos chamou atenção, que todo orgão público federal tinha a sua frente a bandeira do Mercosul. O motivo é que o Brasil neste semestre tem a presidência do Mercosul


Na Praça dos 3 Poderes, fica sempre hasteada a  Bandeira Brasileira, a curiosidade aqui é que ela tem 264m² e seu mastro 100 metros de altura. Ela é trocada todo primeiro domingo do mês, em uma cerimonia realizada pelo Exército Brasileiro e sempre com a presença da Presidenta da República, ou seu vice ou ainda na falta dos dois o Presidente da Câmara dos Deputados. 

Falando em Praça dos 3 Poderes, sabemos que no Brasil temos o 4º poder, certo? E visitando a famosa Praça reparei que ali não tinha nenhum prédio referente ao 4º poder. Sabe aonde fica? mais ou menos uns 15 quilometros longe da praça. Mas eu consegui uma foto do coitado que fica isolado:




O Estádio "Mané Garrincha" será o mais caro da Copa. A reforma permitirá que 70 mil pessoas possam assistir aos jogos.
Esse sim será um "Elefante Branco",
 imaginem um Estadio que comporta 70 mil torcedores
em uma "cidade" que tem apenas 2 times:
Brasiliense e Gama,
e que nem estão na primeira divisão do Brasileiro heim?



Aqui o Santuário Dom Bosco, lindíssimo, construído sem paredes, apenas vitrais sustentados por estruturas metálicas.
O Lustre do Santuário, para ser fotografado  aceso
é necessário que se pague R$ 10,00.
E quer saber ele fica aceso apenas por 1 minuto.


Aqui a Catedral de Brasília, a curiosidade é a acústica, que permite você conversar com outra  pessoa, sendo que cada uma fica em uma ponta da parede, com uma distância de mais ou menos uns 15 metros,  e falando bem baixinho. 


A ponte JK no famoso lago Paranoá.



Veja que chato, aqui temos 3 bandeiras: A Nacional, a do Mercosul e a com o pavilhão da República Federativa do Brasil. A bandeira com o pavilhão, quando hasteada indica a presença da Presidenta da República em casa.




Agora eu digo chato, porque chego na casa de Comadre Didi, (Palácio do Planalto) toco o interfone e simplesmente sou informada que ela não se encontra. Que feio, comadre nem para me servir um café.



Mas não tem problema não. Foi a deixa para ir a um restaurante típico de Goias. O amarelinho aí é o famoso Pequi.

Ai você me pergunta: E A CORRIDA PO...? Desculpe a empolgação foi grande ao descrever Brasília. Prometo que na próxima sexta-feira eu coloco o post da corrida em Brasília. Tem tanta coisa pra falar, teve atraso (nosso é lógico) teve amigas novas, A Deia e a Cristina e mais um montão de coisas. Não percam o próximo capitulo: Eliete e Jesus no coração do Brasil: Parte II.