quinta-feira, 28 de agosto de 2014

UNIÃO E COOPERAÇÃO

CORREDORES UNI-VOS! A questão não é malhar em ferro frio, a questão é não deixar a oportunidade passar. Estou falando do atropelamento do Sr. Alvaro Teno, ocorrido há 15 dias na USP. E no mesmo dia   em que corredores faziam um ato de paz e homenagens ao Sr. Alvaro, na própria USP, outro corredor, o Sr. Gremecir Milsoni, era atropelado ao atravessar a rua, pois estava indo  praticar seu esporte preferido no Parque do Ibirapuera.
Peço união dos corredores e também bom senso. 

Evidente que os dois atropelamentos poderiam ter sido evitados, pois no caso do Sr.Alvaro o motorista estava embriagado e no caso do Sr. Gremecir, as imagens dão dicas de que tratava-se naquele momento de um racha entre dois carros. Mas venhamos e convenhamos, tem corredor sem noção, como também tem ciclista sem noção.
Temos que saber e entender que a rua foi feita para automotores e não para corrermos. A USP é uma cidade, e como tal com vias para carros e ônibus, ela não foi projetada ou preparada para receber o número de corredores e/ou ciclistas, que ali vão todos os dias para treinar.


Porém em países desenvolvidos (bem mais que o nosso), o CAMPUS universitário é projetado ou preparado para receber a população local, fornecendo assim um espaço de lazer ao cidadão.


Mas, se é que podemos dizer assim, parece que a morte do Sr. Alvaro não foi em vão. A USP  mobilizou-se de imediato, com o lançamento da Campanha “Por um trânsito cidadão” , visando a regulamentação de esportes na Cidade Universitária. Ações importantes serão implantadas como ciclovias, faixas exclusivas de ônibus, e sempre em parceria com a Prefeitura da Cidade de São São Paulo e a Companhia de Engenharia de Tráfego.
Em relação aos atletas, serão feitos levantamentos, de horários mais concorridos para a pratica do esporte, locais e percursos mais usados e ainda o número de atletas em cada dia. Para tanto já esta disponível um formulário, que servirá para o projeto de regulamentação para práticas esportivas no Campus da USP. Participe, é só clicar AQUI!


Agora se você é aquele atleta que adora treinar em vias públicas, aqui vão algumas dicas para proteger-se deste trânsito louco, embora, você tem que saber: Lugar de treino, é no parque, academias, praia (na areia), e aquela avenida ou rua convidativa para o seu treino, foi projetada para carros, motos, ônibus ou seja automotores.


DICA NÚMERO 1: Corra sempre na contra mão, o que te possibilita ver o veiculo. Agora se possível corra na calçada, sempre com o cuidado com os buracos e desníveis.

DICA NÚMERO 2: Ao passar pelos cruzamentos, pare e olhe. E não me venha com essa lenga lenga de que corredor não pode parar, lembre-se o que não pode parar é sua vida. Então pare e olhe, se não vem nenhum carro, moto ou bike. Procure sempre atravessar em faróis e na faixa de segurança. Evite ficar indo de uma calçada a outra, do outro lado da rua.

DICA NÚMERO 3: Gosta de correr à noite, vire um vagalume. Isto mesmo, você tem que aparecer, tem que mostrar aos motoristas que você esta ali. Portanto use faixas refletivas, use lanternas na cabeça e também bottons com luzes.

DICA NÚMERO 4: Correr ouvindo música. Até pode, porém lembre-se você tem que estar atento aos sons do ambiente, da rua, são buzinas e sirenes que pode ter certeza te salvarão a vida. Se você é daqueles que não larga a música, faça o seguinte: ouça apenas com um fone e deixe o outro ouvido livre ou corra com música bem baixinha ou melhor ainda, na rua não ouça música.

DICA NÚMERO 5: Quando você sai de casa para qualquer atividade, saia sempre com um documentos no bolso, faça um xerox e nele acrescente seu endereço e telefone de um parente, não que o pior vá acontecer, mas prevenir é sempre bom.

E como comecei o post, vou terminar: CORREDORES UNI-VOS! 

Agora vamos dizer uma coisa, correr nessas ruas e avenidas é muito gostoso. Até nós já treinamos nelas, quer relembrar, acesse FELIZ CORRENDO! 





2 comentários:

  1. Realmente, na rua é tuuudibom, guria ! Eu sempre vou na contramão ...

    ResponderExcluir
  2. Ainda ontem fui no Piqueri correndo pelas avenidas e ruas, com cuidado é claro, hoje no Parque do Trote, fui de carro e lá soltei as pernas.....

    ResponderExcluir